Introdução

Sou um profundo admirador de Ciências Sociais. Para mim, entender a cabeça de um indivíduo é fundamental para entender a cabeça de uma sociedade. Acredito nas idéias simplistas de Gandhi, que de simples não tinha nada, na auto-suficiência e na não-violência. Sei o quanto a não-violência pode ser mais destrutiva que uma guerra civil, sendo feita com inteligência.

Estudar uma sociedade, sua história, seus mitos,sua geografia, abre espaço para infinitas áreas de estudo e de ação. Ramos como religião, cultura são tão interligados que em diversos pontos da história eles se convergem, regendo o comportamento e um consciente coletivo de todo um povo. A transdisciplinariedade das coisas faz nossa mente se abrir. Sem dúvida, estudar o povo e sua história é fundamental para entender a economia e a política contemporâneos, estabelencendo um consciente coletivo e a forma de ação, para mudar a mentalidade.

Ao longo deste blog vou descrever minhas experiências e conhecimentos nas pessoas que mais admiro, como Gandhi,Jung, Joseph Campbell,Da Vinci, entre outros tantos, e o que eles trazem para mudar nossa maneira de pensar. Gostaria de convidar a todos a uma reflexão da nossa sociedade, como ela está hoje e como podemos mudá-la, com os conhecimentos que temos. Sugiro uma troca de experiências, quero saber o que você pensa, pois saberão o que estou pensando. Toda crítica será bem-vinda!

“Devemos ser a mudança que queremos ver no mundo”
-Mahatma Gandhi

Olá Mundo!

         Sim, “Olá Mundo”! Afinal, é a primeira vez que eu entro para esse mundo dos blogs, tinha que dizer olá a Ele! Confesso que tinha um preconceito, mas é porque eu só conhecia blogs como os da Bruna Surfistinha e gêneros parecidos. Agora que estou aqui, posso dizer que será uma experiência interessante afinal, não é fácil para mim abrir a caixa preta da minha vida para todos, mesmo que seja uma pequena porção de devaneios e passeios mentais. Será bom, pois muitos devaneios que tenho não sai da mente, não passo para ninguém, e escrevê-los me forçaria a criar uma estrutura lógica para eles, a ponto de que, quem ler, vai entender o que quero dizer. Isso sim será um desafio!